Já se perguntou se a sua empresa está bem engajada com as tendências do ano? Caso não tenha feito isso, agora é a hora. Embora tenhamos avançado cerca de 2 meses em 2019, muitas organizações estão analisando cenários e oportunidades desde já, aumentando assim as chances de colher mais negócios no período à frente.

Por exemplo, abordamos recentemente que a experiência de compra está diretamente ligada à satisfação do cliente. Então, empresas que estão bem informadas sobre o comportamento do consumidor serão capazes de criar experiências superiores às da concorrência.

Percebeu onde queremos chegar? Informar-se não é opcional para quem precisa desenhar estratégias inovadoras e tomar decisões seguras. E estar de olho nas tendências é de grande ajuda. Vamos ver a seguir algumas das principais para este ano.

 

Por Dentro das Tendências de 2019

 

O relatório anual “10 Tendências Globais de Consumo 2019”, apresentado pela Euromonitor International, empresa global de pesquisa de mercado, fornece um panorama geral sobre as principais tendências de consumo deste ano. Confira a seguir:

  1. Os mais velhos querem produtos e serviços que os ajudem a manter sua mente e seu corpo o mais joviais possível, ou seja, querem ser tratados como jovens;
  2. Os consumidores querem produtos de mais qualidade e experiências autênticas, que permitam expressar sua individualidade;
  3. “Consumidores conscientes”, preocupados com a origem dos produtos, exigem que as empresas melhorem seus padrões de bem-estar animal até para os produtos comuns;
  4. Desejo por interações online mais autênticas e realistas. Conforme as capacidades tecnológicas e o conforto em usá-las crescem, o leque de coisas que poderemos fazer juntos digitalmente também aumenta;
  5. Os compradores estão mais criteriosos, bem informados e questionadores. Para atrai-los, as empresas precisam inovar constantemente e reduzir os preços, além de simplificar e melhorar a estética de suas ofertas;
  6. Embora a conexão com a internet continue sendo necessária, consumidores querem definir limites para não comprometer as interações da vida real. Eles querem ter o “prazer em ficar de fora”, ou seja, desconectar-se para redescobrir a alegria de viver o presente. Espera-se que os aplicativos que permitem viver o momento sem distrações ganhem mais popularidade;
  7. A ideia de ser autossuficiente atrai os consumidores. As pessoas têm tomado medidas preventivas contra doenças, infelicidade e desconforto sem consultar um profissional;
  8. A pressão por uma sociedade sem plástico ganhou força nos últimos 12 meses. Por isso, as pessoas estão dispostas a pagar mais por produtos ecológicos e recicláveis;
  9. Os consumidores querem produtos e serviços entregues o mais rapidamente e com a maior simplicidade possível, para que possam dedicar mais tempo às suas vidas profissionais ou sociais;
  10. Mais pessoas, especialmente as mais velhas, estão acabando com o estigma de viver sozinhos e assumindo sua independência. Elas normalmente procuram um estilo de vida mais simples e distinto.

 

Conhecer tendências é o bastante?

 

Bem, elas dão uma boa visão geral de coisas que uma organização precisa dar atenção, mas será que fornecem informações aprofundadas sobre o seu nicho de mercado ou a satisfação do seu cliente? Não. Então, é necessário olhar além das tendências.

Pense nisso: já ouviu falar que informação é o “combustível” da empresa? Porém, é preciso se certificar se a empresa está mesmo sendo “abastecida” com informações precisas e de qualidade, que possam conduzi-la às melhores estratégias.

Portanto, invista em pesquisas de mercado e satisfação. Com informações atualizadas e bem analisadas, quem antecipará as tendências nos negócios será você! Fale já com o Instituto PHD e garanta uma estratégia mais sólida para surpreender seus clientes em 2019.