O que é ESG? Environmental Social and Governance

O que é ESG e por que você deve se importar?

“As empresas que não forem ESG a médio prazo vão acabar”. Esta frase, dita em 2020 por Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, indica que é preciso mudar a consciência de mercado, olhando os negócios sob uma nova ótica: realizar transformações positivas na sociedade. Se você quer entender melhor essa tendência e está interessado na sobrevivência da sua empresa a médio e longo prazo, este artigo é para você.

 

O que é ESG?

A sigla em inglês ESG – Environmental, Social and Governance (em português, Ambiental, Social e de Governança) é usada especialmente no mercado financeiro. Ela surgiu num relatório de 2005 intitulado Who Cares Wins, fruto de uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que reuniu diversas empresas do setor financeiro.

Hoje, o termo ESG reflete uma nova realidade para as empresas, em que predominam as seguintes preocupações em seus modelos de negócios:

  • Ambiental: preocupações com aquecimento global, biodiversidade, desmatamento, escassez de água, energias renováveis, gestão de resíduos, poluição da água e do ar, etc.
  • Social: preocupação com bem-estar, saúde e renda da comunidade, colaboradores e fornecedores, envolvendo direitos humanos e trabalhistas, programas de inclusão e diversidade, além de proteção de dados, privacidade e satisfação dos clientes.
  • Governança Corporativa: preocupação com aspectos legais e éticos da gestão, envolvendo processos de auditoria, normas e estruturas administrativas que sejam capazes de garantir responsabilidade fiscal e ética, e combate à corrupção.

Na prática, empresas que adotam o ESG repensam seu modelo de investimento com base em critérios de sustentabilidade ambiental, social e econômica. Trata-se, portanto, de uma métrica que não se limita a índices financeiros, sendo cada vez mais usada para avaliar o desempenho da empresa no mercado como um todo, mensurando o seu impacto em todas as áreas acima.

o-que-e-esg
O que é ESG? Imagem:marketxls

Qual é a importância do ESG?

Segundo um estudo realizado pela consultoria BCG, empresas que se comprometem com as melhores práticas nas esferas ambiental, social e de governança ganham maior lucratividade e valor de mercado ao longo do tempo. E por que isso acontece? Porque ao respeitarem o capital humano e o meio ambiente, elas reduzem os riscos de processos administrativos e trabalhistas, além de perdas decorrentes da violação de normas ambientais.

Mais do que isso, os valores das pessoas mudaram. Marcas fortes investem em ações de responsabilidade social e conquistam uma reputação diferenciada, gerando maior engajamento com seus clientes e comunidade, o que aumenta a busca pelos seus produtos e serviços. Assim, a empresa agrega mais reconhecimento, visibilidade e rentabilidade ao negócio, além de atrair investidores que podem trazer um capital massivo para a organização.

Veja alguns números que comprovam isso:

  • 81% dos consumidores têm preferência por empresas que ajudam a melhorar o meio ambiente. E em torno de 60% dos consumidores estão muito preocupados com a poluição da água e do ar, uso de plástico em embalagens, resíduos de alimentos etc.

– Pesquisa da Nielsen, em 2017.

  • No mundo todo, os investimentos sustentáveis já representam mais de 31 trilhões de dólares e 36% dos ativos totais.

Global Sustainable Investment Alliance.

  • Das empresas brasileiras que adotaram ações ambientais, 59,4% viram a necessidade de melhorar a reputação como principal fator, e 54,3% apontaram a necessidade de adequação aos códigos de boas práticas ambientais.

– Pesquisa realizada pelo IBGE, em 2020

Com certeza, os que seguem os critérios da ESG reconhecem que ela é indispensável na gestão corporativa, uma verdadeira via de mão dupla. Isso porque ao mesmo tempo em que causa positivas transformações socioambientais, produz lucro para a empresa.

Mas como está o desempenho da sua empresa em relação às práticas e políticas de ESG? Ela realmente entende as necessidades, valores e percepções dos clientes, colaboradores, fornecedores e parceiros? É preciso investir em pesquisas, sobretudo nas de satisfação, para descobrir.

 

Como as Pesquisas de Satisfação podem ajudar?

Por meio das pesquisas de satisfação, pode-se investigar a opinião de todos os grupos de interesse (stakeholders) ligados à sua empresa e à sociedade. Elas podem ajudar a avaliar seu padrão ESG atual, respondendo a perguntas como:

  • Como está seu clima organizacional?
  • Como a sua empresa/marca é percebida no mercado?
  • O que motiva as pessoas a escolher seus produtos/serviços?
  • Sua empresa leva a sério a saúde e o bem-estar do consumidor?
  • As emoções e expectativas dos clientes estão sendo valorizadas e atendidas?

No seu negócio, será que os objetivos estão sendo atingidos em sintonia com colaboradores, clientes e comunidade, a fim de fortalecer seu valor de mercado e atrair mais defensores da marca e investidores? O Instituto PHD pode lhe responder! Temos uma equipe especializada e interdisciplinar à disposição para cuidar de todo o processo de pesquisa.

FALE CONOSCO!

Confira também outros artigos do nosso blog :)

Categorias

Clima Organizacional, Dicas PHD, Pesquisa de Satisfação, Pesquisa de Satisfação de Clientes

Compartilhe:

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Precisa de uma Pesquisa?

Fique por dentro:
O que você procura?