Empreendedorismo Brasileiro

Você sabia que as últimas pesquisas mostram que o Brasil possui uma ótima posição no ranking mundial de empreendedorismo? Além da casa própria, um dos maiores sonhos do brasileiro parece ser o próprio negócio. Veja o que dizem as pesquisas sobre o empreendedorismo no Brasil.

Nunca em nenhum outro momento da história nacional houve tantos empreendedores buscando o seu espaço no mercado, de modo formalizado, como atualmente. A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor apontou que 34 em cada 100 brasileiros adultos (ou seja, com idades entre 18 e 64 anos) possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio. Isso revela novidades, já que há dez anos eram 23%.

Percebe-se que a metade deste grupo é de novos empreendedores. Já a outra parte, tem mais de três anos e meio de atividade no ramo. O aumento foi desencadeado, obviamente, com a criação do projeto MEI, microempreendedores individuais, que facilita a entrada destes empreendedores no mercado.

Se compararmos as expectativas dos empreendedores brasileiros frente aos de outros países, podemos dizer que superamos a China, por exemplo, que é de 26,7%. É maior também que a de todos os países do Brics. Nos Estados Unidos, a fatia é de 20%. No Reino Unido é 17%; na Índia, 10%; e na África do Sul, 9,6%.

 

Empreendedorismo DinâmicoQuem é o empreendedor brasileiro?

Para se entender melhor o perfil do empreendedor no Brasil, a pesquisa citada sugere que três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio. Estes dados ficam ainda mais interessantes considerando que, em 10 anos, essa taxa de empreendedorismo saltou de 23%, para 34,5%, conforme exposto acima.

A pesquisa no Brasil foi liderada pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP). Isso demonstra que há mais empreendedores no mundo dos negócios e mais pessoas veem no empreendedorismo uma oportunidade de vida e vêm trabalhando para conquistar o sonho de ter o negócio próprio.

Mas o que leva o brasileiro a empreender? De cada 100 brasileiros, conforme a pesquisa, 71 são motivados por uma oportunidade de negócios e não pela necessidade – sendo muitas vezes uma forma de deixar o trabalho assalariado para se aventurar por outras formas de renda.

O negócio próprio está no imaginário do brasileiro como um de seus maiores objetivos. E para finalizar, a pesquisa do GEM revelou que o próprio negócio continua sendo o terceiro maior sonho do brasileiro, mas pela primeira vez o número de pessoas que almejam se tornar o seu próprio chefe é praticamente o dobro das que desejam fazer carreira numa empresa: 31% dos brasileiros querem montar um negócio e apenas 16% querem seguir carreira em uma empresa. A casa própria é o principal sonho do brasileiro (42%) e viajar pelo Brasil (32%).